Spinnaker

SPINNAKER

Sem dúvida alguma é a principal vela dos ventos folgados, tem sido substituída pelo gennaker. Mas seu uso vai ao encontro dos princípios da vela oceânica praticada pela Mistralis e aqui realmente gostamos de velejar de verdade!

Muitos navegadores ainda a consideram uma vela reservada para barcos de regata, não usam-na por medo ou preguiça. Realmente oferece algum trabalho, mas os benefícios para uma longa travessia são inúmeros e vale realmente a pena sua utilização.

Quando içamos o spinnaker sentimos uma diferença brutal de estabilidade e velocidade. Aquele veleiro que se encontrava sendo arrastado por uma leve ou moderada brisa começa a galgar lindas e gostosas milhas. O prazer de velejar volta, o leme fica mais “difícil” e a emoção se torna mais ativa. Voltamos a velejar!!!

Evidentemente que a navegação durante uma regata, com numerosa tripulação, e durante uma travessia, são completamente diferentes. Podemos correr os riscos de atravessadas e outras tantas “aventuras” que essa vela pode nos acarretar com uma tripulação competente. Mas realmente não vale a pena corrermos riscos, quando o vento aumentar, durante travessias.

Leave a Reply

Your email address will not be published.